IBGE 2017: Novo edital sairá na segunda-feira, 24 de abril com 24.439 vagas!

[AdSense-A]

O primeiro edital de concurso público do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (Concurso IBGE Censo 2017) foi divulgado em 10 de abril com 1.039 vagas (veja aqui). Agora, cresce a expectativa de divulgação do segundo documento, que tem previsão de ser liberado no dia 24 de abril com 24.439 vagas.

Lembrando que em divulgação no Diário Oficial da União do último dia 30 de março, o órgão escolheu, por extrato de dispensa de licitação, a Fundação Getúlio Vargas (FGV) para organização do certame.

O certame já foi autorizado pela portaria nº 45 para nada menos que sete cargos. Todo o processo está sendo adiantado em virtude da obrigatoriedade de iniciar, já em setembro, as coletas para o Censo Agropecuário, pesquisa que motiva o certame e não é realizada no país há mais de dez anos. As provas têm expectativa de serem realizadas em maio ou junho, respeitando o intervalo de 60 dias entre a divulgação do edital a aplicação dos exames.

O quantitativo de 26.440 vagas é inferior ao que foi solicitado e planejado pelo órgão, que chegou a informar a necessidade de contratação de 82.050 pessoas. As oportunidades serão divulgadas para os cargos de ensino fundamental, médio e superior para atuação no Censo Agropecuário. Os salários devem chegar a até R$7 mil.

De acordo com a publicação, as vagas serão destinadas aos cargos de Analista Censitário – AC (266 vagas), Agente Censitário Regional – ACR (375), Agente Censitário Administrativo – ACA (381), Agente Censitário Municipal – ACM (1.256), Agente Censitário Supervisor – ACS (4.854), Agente Censitário de Informática – ACI (174) e Recenseador – REC (18.829).
[AdSense-B]

 

Distribuição das vagas do Concurso IBGE 2017

Para Recenseador, as oportunidades são destinadas aos Estados do Acre (148 vagas), Alagoas (329), Amazonas (547), Amapá (58), Bahia (2.394), Ceará (1.004), Distrito Federal (11), Espírito Santo (310), Goiás (691), Maranhão (921), Minas Gerais (1.911), Mato Grosso do Sul (346), Mato Grosso (618), Pará (1.070), Paraíba (506),Pernambuco (846), Piauí (929), Paraná (1.350), Rio de Janeiro (186), Rio Grande do Norte (275), Rondônia (414), Roraima (66), Rio Grande do Sul (1.662), Santa Catarina (711), Sergipe (260), São Paulo (953) e Tocantins (313);

Já para Analista Censitário, as oportunidades serão distribuídas entre os Estados do Acre (02 vagas), Alagoas (2), Amazonas (3), Amapá (2), Bahia (5), Ceará (5), Distrito Federal (2), Espírito Santo (2), Goiás (4),Maranhão (5), Minas Gerais (5), Mato Grosso do Sul (3), Mato Grosso (3), Pará (4), Paraíba (3), Pernambuco (5), Piauí (4), Paraná (5), Rio de Janeiro (81), Rio Grande do Norte (2), Rondônia (4), Roraima (2), Rio Grande do Sul (5), Santa Catarina (3), Sergipe (2), São Paulo (4) e Tocantins (4).

Para Agente Censitário Administrativo, as oportunidade são para o Acre (4), Alagoas (12), Amazonas (8), Amapá (1), Bahia (45), Ceará (22), Distrito Federal (2), Espírito Santo (6), Goiás (16), Maranhão (15), Minas Gerais (50), Mato Grosso do Sul (8), Mato Grosso (10), Pará (20), Paraíba (11), Pernambuco (18), Piauí (16), Paraná (28), Rio de Janeiro (6), Rio Grande do Norte (9), Rondônia (6), Roraima (2),Rio Grande do Sul (15), Santa Catarina (6), Sergipe (6), São Paulo (19) e Tocantins(7).

Já para Agente Censitário Regional as vagas são para os Estados do Acre (6), Alagoas (5), Amazonas (14), Amapá (-), Bahia (45), Ceará (19), Distrito Federal (0), Espírito Santo (10), Goiás (12), Maranhão (20), Minas Gerais (29), Mato Grosso do Sul (10), Mato Grosso (17),Pará (9), Paraíba (12), Pernambuco (15), Piauí (15), Paraná (18), Rio de Janeiro (4), Rio Grande do Norte (9), Rondônia (6), Roraima (4), Rio Grande do Sul (30), Santa Catarina (11), Sergipe (4), São Paulo (15) e Tocantins (10).

O cargo de Agente Censitário de Informática terá oportunidades para o Acre (3), Alagoas (4), Amazonas (4), Amapá (3), Bahia (10), Ceará (8), Distrito Federal (4), Espírito Santo (4), Goiás (6), Maranhão (6), Minas Gerais (14), Mato Grosso do Sul (4), Mato Grosso (4), Pará (6), Paraíba (6), Pernambuco (8), Piauí (6), Paraná (10), Rio de Janeiro (12), Rio Grande do Norte (4), Rondônia (3), Roraima (3), Rio Grande do Sul (10), Santa Catarina (8), Sergipe (4), São Paulo (16) e Tocantins (4).

Já a função de Agente Censitário Municipal terá oportunidades para o Acre (14), Alagoas (21),Amazonas (57), Amapá (5), Bahia (143), Ceará (54), Distrito Federal (1),Espírito Santo (21), Goiás (55), Maranhão (52), Minas Gerais (102), Mato Grosso do Sul (42), Mato Grosso (39), Pará (60), Paraíba (34), Pernambuco (48), Piauí(55), Paraná (82), Rio de Janeiro (23), Rio Grande do Norte (19), Rondônia (20),Roraima (10), Rio Grande do Sul (91), Santa Catarina (48), Sergipe (15), São Paulo (126) e Tocantins (20).

Por fim, o cargo de Agente Censitário Supervisor, as vagas são destinadas aos Estados do Acre (34),Alagoas (92), Amazonas (109), Amapá (10), Bahia (511), Ceará (202), Distrito Federal (8), Espírito Santo (71), Goiás (150), Maranhão (205), Minas Gerais (516),Mato Grosso do Sul (141), Mato Grosso (213), Pará (203), Paraíba (116), Pernambuco(184), Piauí (189), Paraná (356), Rio de Janeiro (81), Rio Grande do Norte (70),Rondônia (83), Roraima (17), Rio Grande do Sul (410), Santa Catarina (170),Sergipe (55), São Paulo (575) e Tocantins (83).

 

O censo

O Censo Agropecuário não é realizado desde 2006. O objetivo é fazer o levantamento de informações sobre estabelecimentos agropecuários, florestais e/ou aquícolas de todos os municípios de um país, além de atualizar dados de censos anteriores, fornecer informações sobre aspectos econômicos, sociais e ambientais da atividade agropecuária.

 

O concurso

O concurso chegou a ser divulgado em 2016, mas acabou sendo cancelado e taxa de inscrições pagas devolvidas. A organização foi da Fundação Cesgranrio.

Os salários de agentes censitários podem chegar a R$ 2.018, e, para recenseadores, podem chegar a R$ 3 mil, pois a remuneração varia de acordo com o número de pessoas e domicílios pesquisados. Os selecionados devem ser contratados pelo IBGE por um ano, com possibilidade de prorrogação, até três, tendo direito a 13º e férias, além de auxílio-alimentação, de R$ 458. O período de contrato será confirmado com a divulgação do edital.

O último certame para agentes municipal, supervisor e de Informática ocorreu em 2009. Na época, o salário foi de R$760 para agente administrativo, R$900 para o supervisor e de informática, de R$1.150 para o municipal e de R$1.600 para o regional. À época, foram oferecidas 33.012 vagas. Por fim, o processo seletivo de recenseador ocorreu em 2010, quando foram oferecidas 191.972 vagas. A exigência também foi o nível fundamental completo.
[AdSense-C]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *